Entrevista #13 - J. R. Valadares

4 Aug 2018

Apresente-se, fale um pouco de você, seu nome, idade, profissão e gênero que escreve.


Meu nome é Jaques Rodrigo Valadares, assino como J.R. Valadares, tenho 31 anos, trabalho na área de logística há 13 anos e o gênero de minha preferência é o Thriller Policial.

 

Quando surgiu o interesse pela escrita?

 

Acredito que desde sempre, mesmo antes de conhecer a escrita, desde criança eu já inventava histórias para brincar com meus amigos. Isso sempre foi algo natural em mim.

 

Quais foram suas maiores referencias para a escrita?

 

Comecei lendo HQs. Já o primeiro livro que li foi “Dom Quixote” de Miguel Cervantes. Ele foi a chave para que mergulhasse nesse mundo. Posso dizer que os escritores que são minha referência são: Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski, Arthur Conan Doyle, Ligia Fagundes Telles, Agatha Cristie e o grande Edgar Allan Poe.

 

Fale sobre o gênero que escreve.

 

O Romance Policial Noir, principalmente Thriller, tem uma característica que prende o leitor, pois a busca pelo desconhecido, pelo misterioso, te coloca na posição de investigador, te causa medo, raiva e às vezes até repulsa. Essa combinação de sentimentos transporta você para dentro da história de uma forma que se torna ao mesmo tempo encantadora e viciante. Por isso eu considero um dos melhores gêneros para leitura, acredito que quase todo romance em algum momento precisa usar uma ou mais características desse estilo literário em suas histórias para que elas ganhem ação e emoção.
 

Conte sobre sua carreira de escritor.

 

Eu escrevi meu primeiro romance aos 17 anos e o publiquei no Clube de Autores, naquela época ainda tinha muito a aprender, mas muito das características de minha escrita já podem ser encontradas nesse trabalho. Mais tarde entrei para a Vivendo de Inventar do Best Seller André Vianco me tornando um agenciado da Hard Cover, da qual ele é o coordenador e conta com uma equipe fantástica. Foi aí que comecei a aprender a utilizar minha vontade e inspiração, embasado em técnicas de escrita. Cresci muito como escritor e continuo aprendendo. Este ano me tornei associado a ABERST (Associação Brasileira dos Escritores de Suspense Policial e Terror) onde venho colhendo grandes frutos e conhecendo vários profissionais da literatura que tem me ensinado bastante também.


Você tem apoio para escrever?

 

Minha mãe é professora de Português, sempre me incentivou e acreditou em mim. Também meus irmãos e minha esposa são as pessoas que me incentivam nos momentos difíceis. O apoio das pessoas que você ama é muito importante. Porque sem eles a vontade de desistir sempre me assombraria.

 

Nos conte um pouco sobre suas obras: quantas você já publicou? Há alguma em andamento?
 

Tenho dois contos que foram selecionados em processos seletivos para Antologias.
Um deles chama-se "Abra os Olhos", é um conto de terror que está na Antologia Daemonum Sigillum da Editorial Hope e fala sobre um espírito opressor do ponto de vista de um demônio.

O segundo é um Romance Romântico chamado "Nas batidas do Coração", que está na Antologia Toda Forma de Amor da Vivendo de Inventar, agência do Escritor André Vianco e fala sobre a Timidez.

No momento estou trabalhando em um Trhiller Psicológico que espero concluir esse ano.
 

Conte sobre como é o mercado para um autor atualmente?

 

A mercado está em constante mudança, vejo as obras de publicação digital em grande crescimento com possibilidades de no futuro serem maiores do que as publicações nacionais. É um mercado difícil, fechado, onde tanto leitores quanto escritores ainda precisam abrir mais os horizontes e se dar oportunidade para conhecer outros nichos além do que já estão inseridos, mas tenho fé que isso irá mudar.

 

Fale sobre sua obra atual:

 

Minha obra atual está sendo o trabalho mais desafiador que já fiz. Está exigindo muita pesquisa, o que está me trazendo também muito aprendizado. Não chega a ser uma história de terror, mas terá muitos momentos de tensão. Uma rede de personagens ligados entre si, onde não se sabe quem realmente é a vítima, mas na vida, quem de nós é 100% inocente, não é mesmo? Imagine o que acontece quando a máscara cai e a pessoa se mostra como ela realmente é. A chave para descobrir o que elas escondem está escondida no cérebro de alguém que perdeu a memória, esse é o grande "ENIGMA" (o lado obscuro da alma).

 

  • Como foi que surgiu a ideia de escrevê-la?

Foi através de um conto que escrevi, que falava sobre um personagem que tinha a vontade de se matar, quando eu comecei a buscar os motivos para alguém querer tirar a própria vida, eu percebi que havia muito mais histórias escondidas, aquela era apenas a ponta do iceberg. Então eu vi uma matéria falando sobre hipnose e como ela poderia ser usada para recuperar memórias perdidas e foi estopim para criar "Enigma"

 

  • O processo de criação foi difícil?

A ideia inicial eu não acredito que seja difícil, estou a todo momento pensando em enredos que possam ser utilizados, mesmo que eu não esteja procurando, basta ver algo que acontece na rua, uma matéria na televisão ou na internet ou um filme e pronto, já estou criando uma teoria conspiratória nova. O que eu acho mais difícil é transformar essa grande ideia em uma história de fato, eu sei começo e o fim, o problema está no meio.

 

  • Quanto tempo levou para concluí-la?

Já estou escrevendo a quase um ano e ainda não concluí.

 

  • Quais as inspirações e referencias para criar sua obra?

Acredito que posso colocar como referências alguns elementos utilizados por Dan Brown, assim como o filme "A ilha do Medo" e recentemente encontrei traços do texto no filme "Fragmentado", que apesar de ter sido lançado depois da minha ideia, compartilha muitos dos pontos abordados no texto. O lado sombrio está ligado à influência de Allan Poe.

 

Vamos ao ping pong:

 

Livro: “Crime e Castigo”

Autor(a): Allan Poe

Inspiração: O medo da Morte

Incentivador(a): Mãe

Sonho: Ver meu livro na mão de um desconhecido

Memória: a base para escrever

Defeito: Procrastinação

Qualidade: Sinceridade

Não gosta: Falsidade

Amor: O que te faz humano

Indicação: Claudia Lemes

Frase: Nunca desista de seus sonhos. A vida é dividida entre os covardes que desistem e

os corajosos que lutam até o fim.


Muito obrigada pela sua participação, desejo muito sucesso e muita sorte nessa profissão que faz tanto bem e agrega tanto conhecimento através das histórias. Para encerrar poderia deixar uma dica para os Jovens Talentos, os escritores que ainda estão começando suas trajetórias como futuros autores nacionais?

 

Leia bastante, Valorize os nacionais, porque você faz parte desse nicho, leia o que você gosta, leia o que você não gosta, leia os clássicos, os contemporâneos e só assim você será um escritor de verdade. Antes de ser escritor, é preciso ser leitor.

 

Conhecendo mais do autor J. R. Valadares

 

Biografia
 

Meu nome é Jaques, tenho 31 anos, destes, pelo menos 20 são dedicados ao meu sonho e minha vocação, que é a minha vontade de escrever. e contar histórias.

Esse sonho sempre foi incentivado por minha mãe, minha primeira cobaia. Hoje eu olho para trás e vejo o quanto eu aprendi, mas sei que sou apenas um grão de areia, por isso continuo lendo, estudando e escrevendo para que esse sonho se torne cada vez mais palpável.

Publiquei meu primeiro livro em 2011 pelo clube de autores. Tenho alguns contos publicados e estou muito perto de concluir meu primeiro romance.

 O suspense e o romance policial é o que mais me atrai, a busca pelo mistério, o terror psicológico e a investigação são os ingredientes que formaram minha base de leitura. Faço parte da ABERST ( Associação Brasileira de Escritores de Romance Policial, Suspense e Terror ) e também sou membro da Vivendo de Inventar do escritor André Viando onde meu romance passou por um processo seletivo e está entre os finalistas que poderão ser publicados pela Editora Leya. Fui selecionado para duas grandes antologias. Uma da Vivendo de Inventar ( Toda forma de Amor) e outra da Editora Hope ( Daemonum Sigillum )

Escrever é o que me faz ser quem eu sou, me torna mais completo e mais feliz.


Bibliografia

 

SEGREDOS CONFLITOS

 

Antologia Daemonum Sigillum

Redes sociais:

https://www.instagram.com/valadaresjr/
https://www.facebook.com/jaquesrodrigo.valadares
https://www.facebook.com/valadaresjr/
https://www.wattpad.com/user/JaquesRodrigoValadar

Contato do autor: jaques_19@hotmail.com

 

Entrevista realizada por Isa Miranda

Revisão Fabiana Prieto

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
1/10
Please reload

Categorias