Depois de prêmio Jabuti, escritor indígena brasileiro é prata na Suécia

16 Apr 2018

A versão em sueco do livro A Boca da Noite, de Cristino Wapichana, recebeu a Estrela de Prata (segundo lugar) no prêmio Peter Pan, concedido a obras estrangeiras pelo IBBY (Conselho Internacional sobre Livros para Jovens), da Suécia. Ilustrada por Graça Lima, A Boca da Noite era a única obra latino-americana concorrente. As outras nove eram da China, do Canadá, da Alemanha, da Holanda e da França.

 

Nascido em Boa Vista (RR), Cristino Wapichana é escritor da etnia indígena wapichana. Esta é a segunda vez que um livro brasileiro ganha o prêmio Peter Pan. Em 2014, o feito foi da obra ‘Mas que festa!’, de Ana Maria Machado. O Peter Pan é concedido anualmente pelo IBBY a um livro infantil ou juvenil de autor estrangeiro vivo.

 

A Boca da Noite conta a história de dois irmãos contra o desconhecido e transporta o leitor para uma comunidade indígena cheia de mistérios, ao abordar a infância, a família, o cotidiano e a criatividade do povo wapichana.

 

A obra já havia vencido o Prêmio FNLIJ 2017, nas categorias Criança e Melhor Ilustração, e ficado em terceiro lugar na categoria livro infantil do Prêmio Jabuti 2017, considerado o mais importante da literatura brasileira.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque
1/10
Please reload

Categorias
Arquivo
Please reload

Tags